Cultura organizacional: é hora de agir - PwC Brasil

Entrevistamos 3.200 lideranças e profissionais em todo o mundo para nossa Pesquisa Global de Cultura Organizacional 2021

  • 72% relatam que a cultura ajuda a impulsionar iniciativas de mudança bem-sucedidas

    69% das organizações que se adaptaram na pandemia dizem que a cultura oferece vantagem competitiva

    41% sentem que foi mais difícil manter o senso de comunidade durante a pandemia

    77% da gerência sênior se sente conectada ao propósito da empresa; demais profissionais: 54%

"Organizações que veem a cultura como um fator de diferenciação e fonte de vantagem competitiva mantêm um senso de comunidade melhor, respondem melhor às necessidades dos clientes, inovam com maior grau de sucesso e entregam melhores resultados de negócios." - Bhushan Sethi, Líder Global Adjunto de Pessoas e Organização na PwC

As lideranças veem a cultura organizacional como uma poderosa aliada

De acordo com a nossa pesquisa global feita com 3.200 profissionais em mais de 50 países, culturas fortes geram melhores resultados de negócios. Na verdade, a maioria (69%) das lideranças atribui grande parte de seu sucesso durante a pandemia à cultura. Em um ano que exigiu grandes mudanças para as empresas em todo o mundo, mais de dois terços dos entrevistados disseram que a cultura de sua organização ajuda a impulsionar iniciativas de mudança. Da mesma forma, quase 70% dos que afirmam que suas organizações foram capazes de se adaptar no último ano relatam que a cultura tem sido fonte de vantagem competitiva.

A maioria (67%) dos entrevistados diz que a cultura é mais importante do que a estratégia ou as operações. Eles também concordam que as prioridades no campo da cultura devem incluir recrutamento e retenção, digitalização, saúde e segurança e colaboração. Mas nem todos estão de acordo com a cultura vigente. Nossos dados mostram uma lacuna cada vez maior entre o que as lideranças dizem sobre cultura (especialmente diversidade, equidade e inclusão – DEI) e o que as pessoas da organização vivenciam.

É possível acabar com essa lacuna. Como o ano passado mostrou, uma transformação rápida pode ser alcançada se o foco estiver direcionado para alguns comportamentos fundamentais. No futuro, à medida que as lideranças se comprometerem com uma longa lista de imperativos de negócios, a cultura organizacional poderá se tornar a diferença entre prosperar e sobreviver.

Leia o artigo completo clicando aqui

Siga nossas Redes Sociais

Receba nossas Notícias